• Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • LinkedIn - círculo cinza

4º Festival Red Bull Amaphiko

Curadoria e coordenação artística de cenografia

Futuro ancestral: raízes para o futuro.

A 4ª edição do Festival Red Bull Amaphiko aconteceu no 4 de agosto no calçadão do Centro Cultural Grajaú. Pela segunda vez no Grajaú, extremo sul da cidade de São Paulo, com a intenção de reconhecer um território que já inova socialmente há bastante tempo. A programação contou com shows, oficinas, performances, exposição, intervenções artríticas, falas além de feira de alimentação saudável e empreendedorismo. E tudo de graça!

Estive colaborando na curadoria do Festival junto com empreendedores sociais do território, Abebé, Casa Ecoativa, Nóis por Nóis, Imargem e o produtor independente Leandro Sequele. Foram meses de trabalho intenso para a criação do conceito do festival e da programação artística.

O conceito do festival foi construído em torno da ideia do Futuro ancestral, que reflete novas formas de pensar as culturas periféricas. É sobre inventar uma possibilidade de futuro tendo a ancestralidade como ferramenta.

E é isso que o Grajaú, e outras quebradas, estão fazendo. A periferia está reinventando a sua história e propondo novas soluções para o futuro, a partir da valorização de suas origens culturais e dos saberes tradicionais. É a visão propositiva da quebrada sobre si mesma. Esse movimento nega a existência de apenas um centro de poder e criação e propõe a existência de uma pluralidade de centros dentro da cidade.

Além de participar da curadoria estive na coordenação artística do projeto de cenografia, trabalhando junto com uma equipe incrível: Zang (cenografia e cenoténica), Bia Christal (cenografia e arquitetura) e Renan Gago (comunicação visual). Para a cenografia do festival reutilizamos boa parte do material que criamos para o Red Bull Amaphiko, evento que antecedeu o festival. Clique aqui para mais detalhes sobre a cenografia.

Confira a programação completa.

E aqui um pouco do meu olhar sobre o Grajaú.

-

Fica técnica:

Local: Centro Cultural Grajaú (São Paulo/SP)

Data: 4/8/2019 das 14h às 22h

Curadoria: Luísa Estanislau, Abebé, Casa Ecoativa, Nóis por Nóis, Imargem e Leandro Sequele

Coordenação artística de cenografia: Luísa Estanislau

Produção geral: Mova (Alessandra Cacioli, Monica Gambartotto, Vanessa Torrez e Carol Angelo)

Cenografia: Zang e Beatriz Christal

Arquitetura: Beatriz Christal

Projeto gráfico/identidade visual: Renan Gago

Produção de cenografia: Fernanda Chan

Produção de mobiliário e cenotecnia:  Zang (coordenação), Caio Netto, Catharina Sartini, Filipe Pesquero, Naiê Marques, Pablo Vieira, Carol, Mari, Bruna, Sol Casal, Santiago, Gui, Vini, Andiele Gorci e Tayse Martines.

Letrista: Márcio Simeão da Silva

Impressão lambes: Look outdoor

Impressão fotos: Olho digital

-

Agradecimento especial à querida Gabriela Pacheco, pela parceria e por todos os aprendizados compartilhados.

 

-

Fotos: Felipe Gabriel (@fgf0t). Clique aqui para ver mais fotos.