• Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • LinkedIn - círculo cinza

Os Brasis em São Paulo

Coordenação e traduções artísticas

Os Brasis em São Paulo foi uma residência cultural e artística que aconteceu entre os meses de junho a novembro de 2016. Criativos foram selecionados via edital para um trajeto de formação com palestras e oficinas sobre outras histórias brasileiras e linguagens para contá-las. Tudo isso para inspirar a cocriação de uma tradução artística (com intervenção urbana, exposição, audiovisual e conteúdo digital) que celebra e destaca a vida e obra de quatro mestras e mestres da cultura brasileira residentes na cidade de São Paulo:

CARLÃO DO PERUCHE, um dos últimos remanescentes do Samba de Pirapora do interior do estado.

NEGA DUDA, voz do Samba de Roda e do Recôncavo baiano em São Paulo.

PEDRO MACENA, mestre Guarani que nasceu no Paraná e vive na aldeia Tekoa Pyau no Jaraguá.

GRAÇA REIS, a mais velha da família Menezes em SP, é festeira do Maranhão na cidade.

 

-

Um projeto Brasis acelerado e apresentado pela Red Bull Amaphiko.

 

A exposição Sobre-com-viver, aberta ao público gratuitamente, aconteceu no Red Bull Station de 22 a 30/11/2016.

-

Ficha técnica:

Idealização, conceito e pesquisa: Mayra Fonseca

Coordenação e traduções artísticas: Luísa Estanislau

Audiovisual e projeto gráfico: Michel Rios 

Consultoria artística: Raul Zito e Roni Hirsch

Os Brasis em São Paulo: Amanda Oliveira, Amanda Pinho, Carolê Marques, Carol De Marchi, Carolina Grohmann, Fernanda Pasian, Gleice Bueno, Joana Côrtes, Luísa Estanislau, Marina Thomé, Mayra Fonseca, Michel Rios, Raquel Catão, Rafael Moraes, Rodrigo Sena, Suann Medeiros, Thaisa Figueiredo, Xavier Bartaburu

-

Fotos do Coletivo os Brasis em São Paulo.