• Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • LinkedIn - círculo cinza

Mulher, terra: corpo-território

Concepção e produção

tudo que habita em meu corpo

é solo sagrado que ecoa grito ancestral

minha pele é marcada de palavra

e as cicatrizes contam a história

de uma mulher que nasceu oceano

lava e vento

 

gero, queimo e contorno

todos os cantos

do mundo

 

(Ryane Leão)

-

Mulher, terra: corpo-território é uma criação coletiva feita pelas artistas Mag Magrela, Hanna Lucatelli, Bruna Serifa com poemas de Ryane Leão (Onde jazz meu coração) executado entre janeiro e fevereiro de 2019.

 

Projeto que eu tive o prazer de conceber e formatar, em parceria com a grafiteira e artista mil facetas Mag Magrela, e também fui responsável pela produção. Recebemos o convite do Sesc Santana para criar, a partir de uma perspectiva feminista, um mural ao ar livre que dialogasse com os temas base da edição do Escola & Artes Terra, propriedade e sociedade. Escola & Artes é uma ação de cidadania da unidade, que recebe alunos das escolas públicas da região para falar sobre arte.

 

Para somar no projeto convidamos as artistas Hanna Lucatelli e Bruna Serifa e a poeta Ryane Leão (Onde jazz meu coração). Estudamos, pesquisamos (influenciadas pelas reflexões a partir da leitura do livro Calibã e a bruxa, de Silvia Federic), trocamos vivências, impressões, experiências, dores e curas – experimentamos nesse projeto o poder de um círculo de mulheres.

 

O mural, de cerca de 100 m localizado na Rua Viri, ao lado do edifício do Sesc Santana, aborda a ampla relação mulher-terra pela via história, do surgimento da propriedade privada em paralelo à criação dos diversos mecanismos de opressão da mulher e seus atuais (e tantos) resquícios – como a objetificação do corpo feminino que o coloca como território passível de posse, controle e exploração.

 

-

 

Fica técnica:

Local: Muro da Rua Viri - Sesc Santana/São Paulo.

Período de visitação: fevereiro/junho 2019

Artistas: Mag Magrela, Hanna Lucatelli e Bruna Serifa com poesias de Ryane Leão (Onde jazz meu coração).  

Concepção e produção: Luísa Estanislau

Agradecimento especial à querida Midiã Claudio, pela parceria, e a toda a equipe do Sesc Santana.

(Fotos: Luísa Estanislau)